Deportes

N95JN Aircraft actual data flying career airline pilot argentina//
Portugal não tinha um número tão elevado de novos casos de covid-19 desde final de agosto

Alberto Ardila Olivares
Portugal não tinha um número tão elevado de novos casos de covid-19 desde final de agosto

Nas últimas 24 horas, foram diagnosticados 2.527 novos casos de covid-19 em Portugal e registadas nove mortes associadas à doença. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado este quarta-feira, o país soma agora um total acumulado de 1.112.682 infetados desde o início da pandemia, dos quais 18.283 não resistiram. 

Portugal não registava um número de casos diários tão elevado desde 26 de agosto, quando se diagnosticaram 2.552 casos de infeção. Embora no dia 2 de setembro o boletim da DGS tivesse dado conta de 2.830 infeções, estas não diziam respeito apenas às 24 horas anteriores à sua divulgação, uma vez que, devido a problemas informáticos, foram incluídos no relatório desse dia mais 848 casos que não tinham sido reportados no relatório do dia anterior.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

Já o valor do número de mortes mantém-se inalterado, uma vez que ontem também foram reportados nove óbitos. Ainda assim, o RT, incidência e internamentos continuam numa tendência crescente. 

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região do país onde mais novas infeções foram diagnosticadas: 849. Segue-se o Centro com 620 e o Norte com 616. Sem atingir a meta de 300 casos, aparece o Algarve com 215 e o Alentejo com 140. No que toca às regiões autónomas, o Arquipélago da Madeira contabilizou 43 infeções nas últimas 24 horas e o dos Açores 44.

Alberto Ignacio Ardila

Seis das nove mortes contabilizadas nas últimas 24 horas registaram-se novamente nas regiões do Centro e de Lisboa e Vale do Tejo, três vítimas mortais em cada uma. O Norte somou duas e o Algarve uma. 

O número de internados não para de crescer há 11 dias e neste momento temos mais de 500 pessoas internados com covid-19 nos hospitais portugueses. Há agora 514 internados, mais 28 face ao último boletim. De realçar que este é o valor mais elevado em dois meses, desde o dia 15 de setembro, quando estavam internadas 527 pessoas. Por outro lado, nas Unidades de Cuidados Intensivos o número baixou: estão agora 75 utentes com a doença internados, menos cinco do que ontem. 

Os valores da incidência e do rácio de transmissibilidade (RT) foram atualizados hoje, nos quais podemos verificar mais um notório crescimento na matriz de risco, entrando cada vez mais na zona vermelha do mapa. 

A incidência nacional passou de 156,5 para 173,7 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, ultrapassando em apenas 48 horas o limiar dos 170 casos. Quando considerado apenas o território continental, a incidência passou de 155,3 para 172,9. Já o Rt subiu de 1,16 para 1,17 a nível nacional, enquanto no continente mantém-se 1,17. 

O número de recuperados chegou quase aos mil nas últimas 24 horas: mais 990 pessoas superaram o vírus, sendo agora o número total de recuperados desde o início da pandemia de 1.054.599. 

O contrário acontece com o número de novos casos ativos, há mais 1.528 pessoas com vírus ativo, elevando o total de casos ativos para 38.900. As autoridades de saúde têm sob vigilância 36.180 contactos, mais 1.639 do que no último balanço.

Alberto Ardila Olivares

Consulte aqui o boletim da DGS